12/06/2015

As mazelas da gravidez...


A enfermeira responsável pelas nossas aulas de Preparação para o parto e parentalidade bem que avisou que antes de melhorar ainda piorava um pouco. Pois é, não bastaram os enjoos, as dores de cabeça, a tensão baixa, a mudança na alimentação, as roupas deixarem de servir, o aparecimento das insónias… não! Agora nesta altura, no terceiro trimestre aparecem todas e mais algumas dores… pois ando aí pelos cantos a ranger como uma velhinha…


1. Dor nas costas

Apesar de não ter a barriga muito grande, é frequente ter dor de costas, isto porque o eixo de uma mulher grávida muda à medida que a barriga cresce. Como o peito esta mais para a frente e as pernas mais afastadas, os músculos da região lombar estão em esforço.

2. Dor e dormência nas mãos

Há algum tempo que tive de tirar a aliança, já não passa do meio do dedo e quando chegava ao fim do dia custava a sair. De há duas semanas para cá os meus dedos das mãos doem muito, as articulações rangem, os dedos estão inchados e por vezes até ficam dormentes. Ora com a gravidez, dá-se uma maior retenção de líquidos, o que faz aumentar e pressão no chamado túnel cárpico, que para quem não sabe se situa no punho. Como o nervo está comprimido dá-se este fenómeno maravilhoso: dor nas articulações e dormência nas mãos.

3. Dor nas pernas, em especial na perna direita e as cãibras

A dor nas pernas e pés são frequentemente causadas por ganho de peso e alterações hormonais que causam o relaxamento do arco do pé. Isto provoca uma tendência aos pés ficarem mais planos o que leva a um maior esforço dos músculos das pernas para manter a estabilidade do pé.

As cãibras nas pernas na gravidez podem ser causadas por alterações do volume do sangue.

E a dor na perna direita deve-se ou à compressão do nervo ciático, devido à expansão do útero.

4. Dores de estômago

As dores no estômago e a azia devem-se ao pouco espaço dentro do nosso corpo, e à deslocação de alguns dos nossos órgãos. O sistema digestivo fica também mais lento havendo alguns problemas de digestão.

Daí que nas aulas nos tenha sido recomendado comer menos e mais vezes para evitar problemas de digestão, refluxo e azia. Os meus melhores amigos têm sido o kompensan e as frutas que vou comendo entre uma refeição e outra. Se por acaso como algo doce cá aparece a azia… que me está a ler de certeza e cá volta… vou buscar uma maça, sem casca, pois ajuda.

E por enquanto estas são as mazelas, mas nada que não se suporte e também com 35 semanas está quase, quase lá!
This entry was posted in

1 comentário:

  1. Gostei muito do teu blog!
    Se puderes vista o meu e se gostares segue...se seguires deixa comentário :)
    Beijinhos

    http://beautifullsecrets.blogspot.pt/

    ResponderEliminar